Publicidade

sexta-feira, 17 de outubro de 2014 Negócios | 10:17

Adidas volta atrás e aproxima valores do Palmeiras ao Flamengo

Compartilhe: Twitter

A Adidas voltou atrás nas negociações com o Palmeiras e ofereceu um novo contrato de dois anos com valores próximos ao Flamengo.

Nesta quinta-feira(16/10), o presidente Paulo Nobre bateu o pé e encerrou as conversas, deixando os diretores da empresa alemã apreensivos.

Após três telefonemas de membros da Adidas, pedindo uma reunião urgente para entender a situação, Nobre aceitou falar por vídeo-conferência.

A multinacional alemã propôs um acerto até o final de 2016, pagando R$ 25 milhões por ano e um bônus por metas de 25%, aproximando a oferta dos números pagos ao Flamengo, maior contrato da Adidas no Brasil.

Nobre e sua diretoria queriam receber algo parecido com o clube carioca e ganharam a queda de braço.

A proposta já foi enviada pela Adidas e só falta Nobre assinar. Aliados do presidente imaginam que ele anuncie o acordo em novembro, próximo à votação para a eleição, causando um impacto maior.

Resta saber se isto irá funcionar junto ao quadro de sócios.

Autor: Tags: , , ,

8 comentários | Comentar

  1. 58 Vanderlei Zahra 17/10/2014 16:25

    Não se trata de comentários ofensivos, mas o referido jornalista Pratzel, possui comentários tendenciosos e pior, se quem realmente nunca jogou futebol e nem sonha o que seria isso.
    Realmente estou indignado com a nova safra de aventureiros jornalistas comentando futebol, não conhecem nada e querem tecer comentários táticos. Sr. Pratzel, vá comentar novela nos canais televisivos da tarde!!!

    Responder
  2. 57 Rodolfo 17/10/2014 16:20

    Isso é conversa! Apenas quer se reeleger e está usando o acordo com a adidas. NUNCA RECEBERÃO O QUE O FLAMENGO RECEBE! AINDA MAIS NA SEGUNDA DIVISÃO! FLAMENGOINCAÍVEL.COM.BR

    Responder
    • Luiz 20/10/2014 15:01

      O que adianta…ganha um dinheirão da Adidas e paga juízes para apita gol de mão….!

      Responder
  3. 56 claudio- de BH 17/10/2014 16:13

    Este Presidente “AMADOR” provavelmente vai perder o contrato exigindo um valor a mais próximo de 5 mil (igual o caso kardec) e depois assinar com uma outra qualquer por metade do valor oferecido pela marca alemã. FORA NOBRE, PRESIDENTE MEDIOCRE!

    Responder
  4. 55 Antonio 17/10/2014 15:33

    Tá bom Praetzel palmeirense, conta outra!

    Responder
  5. 54 Paolo Fecci 17/10/2014 13:59

    Nesse ponto o Nobre tá certo. N podemos deixar q ninguém nos apequenem. Ao contrário do que a Globo e outras mídias pensam, somos gigantes e um dos clubes de maior tradição do futebol mundial. Nossa camisa pesa e cada grama vale muito!

    Responder
  6. 53 Islan Gomes 17/10/2014 12:43

    Viram aí, Paulo Goldemberg e Gabriel Amorim? Não vamos mais nos preocupar com os camelôs vendendo réplicas de Empório Armani, kkkkkkkkkkkkk.

    Responder
  7. 52 Aracaty 17/10/2014 11:25

    mais uma notícia difícil de acreditar……igual áquela de que o santos conseguiu um contrato melhor que o SPFC……..

    Responder
  8. 51 alcibiades albano pereira 17/10/2014 10:50

    É isso aí Paulo Nobre. Contrato de fornecedor de material esportivo deve ser avaliado pelo montante de vendas e não pelo tamanho da torcida. O Palmeiras é o 5º maior vendedor Adidas no mundo e merece respeito.

    Responder
  1. ver todos os comentários
 

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

* Campos obrigatórios


 

Responder comentário


* Campos obrigatórios